Informe semanal “Ciência em Dia”

INFORME 28: Colecistectomia laparoscópica realizada por residentes de cirurgia geral. É seguro? Quanto custa?

Jorge Henrique Bento de Sousa, Francisco Tustumi, Milton Steinman, Oscar Fernando Pavão Dos Santos

Os autores avaliaram os resultados de 1.035 procedimentos quanto a complicações, taxas de conversão, taxa de eventos adversos e custo dos procedimentos realizados por residentes do 1º e 2º anos de treinamento e compararam com cirurgiões já treinados.

Considerando ser a colecistectomia laparoscópica um dos procedimentos eletivos mais comumente realizados nos serviços de cirurgia geral com programas de residência que utilizam esta via de acesso para casos eletivos é interessante ler este artigo.

Os autores demonstraram não haver aumento nos números relacionados com complicações, sendo observado incremento de custos da ordem de 10% no valor do procedimento quando a cirurgia foi realizada por residentes do 1º ano. Concluem ser a colecistectomia laparoscópica um procedimento seguro a ser realizado mesmo por residentes no início de suas formações.

Recomendação do editor associado Marcelo Augusto Fontenelle Ribeiro Jr.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA. 

 

INFORME 27: Comparação da gravidade da doença hepática gordurosa não alcoólica de pacientes obesos diabéticos e não diabéticos

Neste estudo os autores realizam importante análise para a determinação da prevalência dessa doença e da gravidade em pacientes obesos diabéticos e não diabéticos.

Tal estudo, se reveste de grande importância por realizar biopsia hepática em pacientes obesos diabéticos e não diabéticos, assim como estudar as alterações anatomopatológicas nestes dois grupos.

Recomendamos fortemente a leitura frente à grande importância em estudar doença tão prevalente na população obesa e diabética.

A indicação é do Editor Associado Elias Jirjoss Ilias.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 26: Tireoidectomia endoscópica transoral por acesso vestibular (TOETVA) e complicações

O Ciência em Dia desta semana indica interessante revisão sistemática sobre as complicações da técnica de tireoidectomia endoscópica transoral por acesso vestibular (TOETVA). Os autores Menderico Júnior et al. apontam maior risco de lesão térmica da pele e parestesia por lesão do nervo mentual em comparação à técnica convencional. As demais complicações tiveram índices semelhantes entre os grupos. O artigo reveste-se de especial importância em momento de grande controvérsia sobre o uso de técnica mais agressiva visando a ausência de cicatriz cervical. Os artigos primários indicados devem ser lidos criticamente. Lembre-se que a opção pela prioridade estética deve ser do paciente – e não do cirurgião.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 25: Estado atual do trauma e violência em São Paulo – Brasil durante a pandemia de COVID-19

O ciência em dia desta semana indica: “Estado atual do trauma e violência em São Paulo – Brasil durante a pandemia de COVID-19″, em que os autores Ribeiro-Júnior et al discutem o impacto da pandemia do coronavírus sobre eventos traumáticos e violência urbana, no estado de São Paulo, comparando dados de 2020 com 2019. Houve diminuição significativa de lesões por acidentes de trânsito, ferimentos por arma de fogo e arma branca, assim como violência sexual e interpessoal. Os fatores que justificam estes dados estão relacionados com a adesão ao isolamento, redução de fluxo de pessoas nas ruas e diminuição de denúncias de violência.”

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 24: Álcool 70% versus solução alcoólica de clorexidina 0,5% na antissepsia da pele para bloqueios do neuroeixo: ensaio clínico randomizado 

Os bloqueios do neuroeixo (por ex. raquianestesia ou peridural) figuram entre as anestesias mais realizadas e muitas vezes são a primeira escolha de anestesia para procedimentos cirúrgicos, como em membros inferiores. As infecções do neuroeixo após anestesia são raras, mas graves. No artigo “Álcool 70% versus solução alcoólica de clorexidina 0,5% na antissepsia da pele para bloqueios do neuroeixo: ensaio clínico randomizado”, publicado na RCBC de janeiro deste ano, Tostes e colaboradores realizaram ensaio clínico randomizado inédito sobre o tema com o objetivo de comparar o uso de solução alcoólica de clorexidina 0,5% versus álcool 70% na antissepsia da pele para bloqueios do neuroeixo.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 23: Uso de torniquete para hemorragia de extremidades de civis: revisão sistemática da literatura

O uso de torniquetes em lesões com grande hemorragia nas extremidades vem aumentando no meio civil, tornando-se não mais exclusivo das forças militares. No entanto, as indicações de uso e o risco de complicações dos torniquetes ainda não estão claramente definidos na população civil, merecendo maior investigação.No artigo “Uso de torniquete nas hemorragias de extremidades na população civil: revisão sistemática da literatura”, publicado na RCBC de janeiro deste ano, Benítez e colaboradores realizam revisão sistemática do tema com o objetivo de analisar os tipos de torniquetes de extremidades usados no meio civil, assim como os principais locais da lesão, as indicações e as complicações relacionadas à aplicação destes dispositivos na população civil.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 22: Carcinoma mucoepidermóide primário da tireóide 

O projeto ACERTO é um protocolo multimodal de cuidados perioperatórios. Implementado em 2005, o projeto, nos últimos 15 anos, tem disseminado a ideia de moderno protocolo de cuidados perioperatórios baseados em evidência e com atuação interprofissional. Dezenas de estudos publicados com o uso do protocolo têm mostrado benefícios como redução do tempo de internação, complicações pós-operatórias e custos hospitalares. Disseminado pelo Brasil, o projeto tem apoio do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Nutrição Parenteral e Enteral, entre outros.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 21: Projeto ACERTO – 15 anos modificando cuidados perioperatórios no Brasil 

O destaque desta semana vai para o trabalho publicado na Revista Relato de Casos, pelo Dr. Alexandre Andrade Souza e seus colaboradores, que discutem o carcinoma mucoepidermóide de tireóide como um tumor raro e de importante diagnóstico diferencial de outras lesões comuns. Os autores fazem breve revisão de literatura e abordam aspectos de diagnósticos e terapêutica da lesão.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 20: Impacto da provável sarcopenia (PS) pré-operatória na sobrevida de pacientes oncológicos submetidos a operações de grande porte.

Pacientes cirúrgicos com comprometimento do estado nutricional (desnutrição) e que têm alteração da composição corporal e funcionalidade (sarcopenia) têm risco aumentado de eventos adversos, como demonstram os autores do trabalho “Associação entre provável sarcopenia pré-operatória e sobrevida de pacientes oncológicos submetidos a operações de grande porte“.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA 

 

INFORME 19:  “Desenvolvimento e aplicação de um modelo porcino para treinamento de acesso venoso central guiado por ultrassonografia” 

O treinamento de futuros médicos ou de jovens  profissionais formados é essencial para minimizar eventos adversos, quando essa prática é realizada em anima nobili.  Isso, infelizmente, parece ser a  realidade em países onde os recursos são escassos para adquirir modelos de simulação dispendiosos. Os autores do trabalho “Desenvolvimento e aplicação de um modelo porcino para treinamento de acesso venoso central guiado por ultrassonografia” discutem alternativas viáveis.   

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA 

 

INFORME 18: “Tratamento cirúrgico do megaesôfago recidivado”

Esta semana escolhemos o artigo “Tratamento cirúrgico do megaesôfago recidivado” como destaque. Braga e colaboradores, da Faculdade de Ciências Médicas/Unicamp, Departamento de Cirurgia – Campinas – São Paulo – Brasil, avaliaram r26 pacientes com megaesôfago chagásico ou idiopático, tratados cirurgicamente e que tiveram recidiva da disfagia. Foram considerados aspectos clínicos, endoscópicos e radiográficos, sendo esses avaliados conforme os procedimentos cirúrgicos realizados.”

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 17: “Os custos hospitalares e desfechos clínicos de pacientes submetidos a hernioplastias inguinais e incisionais “

Os custos hospitalares e desfechos clínicos de pacientes submetidos a hernioplastias inguinais e incisionais é o tema do Ciência em dia, desta semana. O trabalho do grupo do Prof. Aguilar-Nascimento, idealizador do projeto ACERTO. compara estes procedimentos antes e após a implantação do protocolo multimodal ACERTO.  

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 16: ” A importância da análise descritiva”

Nunca antes foi tão importante ler adequadamente um artigo científico, e para tal, é fundamental entender as bases da estatística. O ciência em dia desta semana recomenda o artigo:

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

(Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

 

INFORME 15: “Ensino e Treinamento em Cirurgia Robótica”

O Ciência em Dia desta semana recomenda a leitura do artigo “Nota educacional: ensino e treinamento em cirurgia robótica. Um parecer da Comissão de Cirurgia Minimamente Invasiva e Robótica”, sem dúvida de interesse para toda a comunidade cirúrgica.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA 

(Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

 

INFORME 14: “Características do melanoma em idosos”

Em um país  de sol como o Brasil, em que o número de idosos aumenta, é importante conhecer os fatores associados ao melanoma neste grupo. Este é o tema abordado pelos autores do trabalho escolhido pelo Ciência em dia deste semana.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA 

(Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

 

INFORME 13: ” Por que o meu trabalho é recusado?”

O Ciência em Dia  desta semana recomenda a leitura do primeiro artigo da série de editoriais objetivando responder à pergunta “porque o meu trabalho é recusado?

(Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA 

 

INFORME 12 ” Experiência da ressecção pancreática por via robótica”.

O destaque da semana do Ciência em Dia vai para o trabalho do grupo paulista do Dr. Marcel Autran Cesar Machado, que mostra a experiência da ressecção pancreática por via robótica. Os autores ressaltam a importância da realização deste procedimento em centros especializados.

(Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA 

 

INFORME 11 “Retomada das cirurgias bariátricas e metabólicas”

O Ciência em Dia desta semana destaca o trabalho que aborda as recomendações do Colégio Brasileiro de Cirurgiões e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica para o retorno às cirurgias bariátricas e metabólicas em regiões epidemiológicas flexibilizadas, no período de pandemia COVID-19.

(Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 10 “Uma breve história de uniformes médicos”

Em tempos complexos, quando as imagens de médicos estão associadas a EPIs (equipamentos de proteção individual), um pouco da história sobre os uniformes usados por médicos é apresentado no trabalho de O’Donnell e colaboradores: Uma breve história de uniformes médicos: da história antiga aos tempos da COVID-19! Curiosidades à parte, a cultura engrandece a história!
Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões)

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA 

 

INFORME 09 “Cirurgia Segura”

A segurança do paciente cirúrgico depende de vários fatores, dos quais, o processo de qualidade é essencial. Os autores do trabalho “Cirurgia segura: análise da adesão do protocolo por médicos e possível impacto na segurança do paciente” mostram a importância da adesão a protocolos e como melhorar a mesma, quando isso não acontece.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 08 “Câncer Colorretal”

O câncer colorretal tem aumentado de maneira significativa, no mundo e no Brasil. Em especial, o incremento entre indivíduos mais jovens e que apresentam tumores mais agressivos, requere a revisão de algumas políticas públicas. O artigo Câncer colorretal em pacientes com idade inferior a 50 anos – experiência em cinco anos.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 07: ” O cirurgião de trauma e emergência na era da pandemia de COVID-19

Entender como os profissionais da saúde lidam com a realidade de trabalho no dia a dia é essencial, em especial em épocas de crise, como a atual. Neste sentido, os autores do trabalho “O cirurgião de trauma e emergência na era da pandemia de COVID-19” realizaram pesquisa eletrônica com cirurgiões de trauma sobre a percepção que têm no tocante à disponibilidade de equipamentos de proteção individual (EPI) e o papel do cirurgião nesta pandemia. A constatação de que há falta de condições adequadas é alerta importante para se discutir o tema qualidade e segurança em Cirurgia”. Confira!

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 06: Princípios essenciais da estatística

Ler, avaliar, criticar e concluir sobre um trabalho científico demanda conhecimento sobre os princípios essenciais de estatística, algo que os médicos pouco dominam. Neste sentido, a coluna do estatístico tem como objetivo abordar aspectos básicos, mas fundamentais, do método científico, de forma simples e objetiva. Visite a sessão, em que dois temas estão disponíveis!

Maria Isabel T. D. Correia – Editora-chefe da Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões

LEIA OS ARTIGOS ABAIXO NA ÍNTEGRA

http://www.revistadocbc.org.br/detalhes/597/estatistica—consideracoes-praticas

http://www.revistadocbc.org.br/detalhes/614/qualidade-da-pesquisa-%E2%80%93-tamanho-amostral

 

INFORME 05: Realimentação pós-operatória

Esta semana indicamos a leitura do trabalho “Uso da realimentação pós-operatória ultra precoce e seu impacto na redução de fluidos endovenosos” pois é a continuação dos princípios multimodais que impactam na evolução pós-operatória.

LEIA OS ARTIGOS NA ÍNTEGRA

 

INFORME 04: O protocolo Enhancing Recovery After Surgery (ERAS)

O cuidado cirúrgico do paciente vai além do ato operatório. Neste sentido, cuidados multimodais têm sido amplamente reconhecidos como essenciais no controle e diminuição de morbimortalidade. O protocolo
Enhancing Recovery After Surgery (ERAS) foi pioneiro em divulgar a relevância desses cuidados.
Neste trabalho, Olle Ljungqvist e colaboradores apresentam a experiência do ERAS na América Latina.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME 03: Surgical Ethics

O informe Ciência em Dia destaca esta semana o artigo da médica colombiana Diana Cardenas, pubicado na edição online da Revista do CBC: “Surgical ethics: a framework for surgeons, patients, and society”.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME  02: câncer de pâncreas

O câncer de pâncreas ainda que não seja um dos tumores mais comuns no Brasil, representa 4% das mortes por neoplasia no país. Um dos fatores que contribui para o mau prognóstico é o diagnóstico, em geral, tardio. O trabalho do grupo da Faculdade de Medicina da UFMG, intitulado “Fatores prognósticos pré-operatórios em pacientes com adenocarcinoma ductal da cabeça do pâncreas” indica os principais fatores associados com a evolução desfavorável. Leia o artigo publicado na Revista do CBC

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA

 

INFORME  01 – Qualidade e Segurança em tempos de COVID-19

Na coluna do estatístico publicamos considerações práticas sobre a relevância da estatística.

LEIA O ARTIGO NA ÍNTEGRA