Medalha do Mérito Cirúrgico

premio-meritoO prêmio foi criado em reunião do Diretório Nacional realizada no dia 12 de novembro de 1987, tendo sido atualizado e aprovado em reunião do Diretório Nacional de 12 de fevereiro de 2009.

Objetivos:

Artº 1º – O Colégio Brasileiro de Cirurgiões resolveu criar a Medalha do Mérito Cirúrgico a ser outorgada a cirurgiões vivos, pertencentes ou não ao C.B.C., que na opinião dos Membros do Colégio de sua comunidade (cidade ou município) tenham prestado relevantes serviços como cirurgião ou para a cirurgia de sua região, com idade igual ou superior a 70 anos e não tenham sido agraciados com o Prêmio “Colégio Brasileiro de Cirurgiões”.

§ Único – A medalha pode ser outorgada post-mortem, caso o falecimento ocorra após a indicação da Comissão Julgadora.

2. REGULAMENTAÇÃO DA INSCRIÇÃO:

Artº 2º – A comunidade que desejar homenagear um dos seus cirurgiões mais antigos e respeitados deve encaminhar a proposta ao Diretório Nacional, assinada por 03 (três) Membros Eméritos ou Titulares do Capítulo do C.B.C., junto com exposição de motivos e curriculum resumido.

Artº 3º – O Colégio reserva-se o direito de sindicância sobre o candidato e seu passado.

Artº 4º – A data limite da inscrição será de pelo menos 03 (três) meses antes da realização de Congressos Setoriais ou Nacionais.

Artº 5º – O Capítulo ou Regional poderá indicar diretamente à Comissão Julgadora o candidato à láurea, junto com respectivamente exposição de motivos e curriculum.

Versão em PDF 
3. JULGAMENTO:

Artº 6º – O Diretório Nacional criará uma Comissão Julgadora composta pelo 1º Vice-Presidente, 1º Secretário e 01 Membro Nato do Conselho Superior do Rio de Janeiro, que será indicado pelo 1º Vice-Presidente.

Artº 7º – Os nomes selecionados para receberem a medalha deverão ser aprovados pelo Diretório Nacional.
4. DA OUTORGA:

Artº 8º – A entrega ocorrerá por ocasião dos Congressos Setoriais ou Nacionais nas Sessões Solenes de Abertura.

Artº 9º – Cirurgiões não selecionados em determinado ano poderão ser indicados no ano subsequente.

Artº 10º – O número de agraciados em um Congresso não deve ultrapassar de 3 (três), sendo 1 por região (setor).
5. DO REGISTRO:

Artº 11º – Será aberto um livro para registro dos cirurgiões que tiverem recebido a medalha, assim como arquivamento dos motivos que determinarem sua escolha.

 

 

A 1ª Comissão constituída foi:

Nome UF Mandato
TCBC FERNANDO LUIZ BARROSO RJ nov/1987 a nov/ 1993
TCBC JAIRO POMBO DO AMARAL RJ nov/1987 a nov/1993
TCBC ANGELITA HABR-GAMA SP nov/1987 a nov/1993
TCBC CLODOALDO BECKMANN PA nov/1987 a nov/1991
TCBC JONAS DE FARIA CASTRO PR nov/1987 a nov/1991
TCBC FELÍCIO FALCI RJ out/1991 a nov/1993
TCBC PEDRO ABDALLA RJ out/1991 a nov/1993

 

2ª Comissão com mandato de novembro/1991 a novembro/1997:

Presidente:

Nome UF
TCBC FERNANDO LUIZ BARROSO RJ

Membros:

Nome UF
TCBC JAIRO POMBO DO AMARAL RJ
TCBC ANGELITA HABR-GAMA SP
TCBC GIOCONDO VILLANOVA ARTIGAS PR
TCBC CARLOS ERNANI ROSADO SOARES RN
TCBC MARIO GASPARONI DAUDT D´OLIVEIRA RJ

 

3ª Comissão com mandato de junho/1995 a janeiro/1997:

Nome UF
TCBC EIMAR DELLY DE ARAÚJO RJ
TCBC JOÃO DE DEUS E BRITO RJ
TCBC JOSÉ WAZEN DA ROCHA RJ

A Comissão da Medalha do Mérito Cirúrgico deixou de fazer parte das Comissões Temporárias do CBC e, a partir de 2009, a Comissão julgadora é escolhida para analisar os currículos dos candidatos, caso haja inscritos.

 

Eventos Data da Entrega Vencedores
XVIII Congresso Brasileiro de Cirurgia 24/7/1988
São Paulo
Dr. Luiz de Almeida Cruz (MG)
Dr. Henrique Sandres Filho (PA)
XIX Congresso Brasileiro de Cirurgia 09/7/1991
Rio de Janeiro
Dr. Caio de Moura Rangel (PR)
Dr. Oswaldo Nazareth Pinto de Carvalho (RJ) – “In memoriam”
XXI Congresso Brasileiro de Cirurgia 06/9/1995
São Paulo
Dr. Celyrio Adamastor B. Accioly (AL)
XXVIII Congresso Brasileiro de Cirurgia 30/7/2009
São Paulo
ECBC Merisa Braga de Miguez Garrido (AL)
ECBC Domingos da Silva Costa (MA)
XXIX Congresso Brasileiro de Cirurgia 23/8/2011
Fortaleza
ECBC José Moreira Lima (CE)
XXX Congresso Brasileiro de Cirurgia 21/8/2013
Rio de Janeiro
Dr. Manoel Geraldo Cavalcanti Viana (PE)